Veja os sinais de que o seu carro necessita de uma revisão urgente.

Sinais de que você precisa levar o carro para uma revisão urgente

revisão

Barulhos e desajustes no veículo são indícios de que algo não vai bem. Requerem atenção e sugerem levar o carro para uma revisão urgente.

É de senso comum que as revisões periódicas dos carros podem livrar o dono de sérios prejuízos e perigos no futuro.

Elas ampliam o tempo de vida dos equipamentos, evitam a desvalorização, os gastos desnecessários com consertos e multas e, principalmente, colocam a vida do motorista em segurança acima de tudo.

Para ter acesso à todos estes benefícios, basta que o proprietário adote uma postura preventiva no trato com seu veículo. Siga a recomendação das montadoras e não deixe para levar o carro para uma revisão apenas quando um defeito já estiver instalado.

Segundo a maioria das montadoras o prazo ideal para esta manutenção é de seis meses de uso ou a cada 10 mil quilômetros – o que acontecer primeiro.

Porém deixar para pensar na saúde do veículo apenas quando estiver próximo da data da revisão programada pode fazer o proprietário cair em furadas.

Para evitá-las é preciso ir além da organização com os prazos. Mas ficar com olhos e ouvidos atentos para indícios que o carro pode dar de que algo não vai bem.

Barulhos e comportamentos que fogem do habitual são alguns dos sinais de que o proprietário precisa levar o carro para uma revisão.

Se por algum motivo a luz do óleo acender, a frenagem passar a fazer barulho ou o automóvel tender a puxar para um dos lados, fique em alerta. Esse é um indício de que algo de errado está acontecendo.

Sinais mais comuns de que você precisa levar o carro para uma revisão

Para facilitar a percepção destes problemas, aprenda a interpretar os cinco sinais mais comuns de automóveis que precisam de uma revisão urgente.

Luzes acendendo no painel

Cada uma das lâmpadas do painel serve para indicar uma falha em um componente específico. Entre as mais comuns estão a luz de injeção eletrônica, do óleo e da bateria.

O acendimento delas pode indicar simples ajustes e até problemas mais graves. Na maioria das vezes elas revelam sujeira nos bicos injetores, falhas nos sensores, entupimentos no motor, rompimentos na correia do alternador e outros problemas que exigem atenção e o encaminhando para uma leitura do sistema com um scanner específico.

Ruídos da pastilha de freio

Barulhos agudos podem indicar desgastes nas pastilhas de freio e outras situações perigosas, como o nível baixo do óleo de freio ou até problemas na suspensão.

Nestes casos a recomendação é a substituição destes componentes para se evitar problemas nos discos e falhas no sistema.

Fique atento a estes casos e procure assistência mecânica imediatamente.

Direção torta ou puxando para um dos lados

Esse desajuste podem ter sido ocasionado depois do carro ter sofrido algum impacto, na maioria das vezes por ter caído em algum buraco.

Seja qual for a origem deste problema, ele vai requerer a atenção do condutor. As falhas mais comuns apontam erros no alinhamento das rodas, na geometria das suspensões ou ainda, falhas na caixa de direção.

Nestes casos o auxílio técnico especializado é sempre indicado, em especial, pelo risco que estes componentes tem de causar algum acidente.

Aquecimento do motor acima do normal

Esse sintoma pode indicar que o radiador está superaquecendo, a ventoinha pode não estar funcionando ou talvez exista algum problema na bomba d’água ou no óleo do motor.

São fatores de alerta e que devem ser corrigidos prontamente. Postergar sua correção pode colocar em risco o funcionamento mecânico de todo o veículo e até mesmo fundir com o motor.

Mau cheiro do ar-condicionado

A incidência de aromas desagradáveis no ar-condicionado é outro indício de que algo não vai bem.

Pode significar o vazamento de gás, o acúmulo de pó no interior dos tubos ou que o filtro não está desempenhando bem o seu papel.

Neste caso, está na hora de limpar ou até mesmo trocar o filtro.

A necessidade desta substituição vai além da conservação do veículo. Uma vez que a falta de cuidado com este equipamento pode gerar doenças respiratórias, ocasionadas pelo acúmulo de sujeira no componente.

Caso o mau cheiro persista, é altamente recomendável levar o veículo para uma manutenção geral em todo o sistema ar-condicionado.

Todo e qualquer alerta, mesmo que na maioria das vezes possa não indicar um problema grave, deve ser investigado a fundo. E isso vale para veículos novos, semi-novos ou usados.

Afinal atitudes pró-ativas com relação à saúde do veículo são sempre boas indicações, por serem sinônimo de economia de tempo, dinheiro e preocupações futuras.

FONTE: https://icetran.org.br/blog/sinais-levar-o-carro-para-uma-revisao/

Deixe o seu comentário

Você deve estar logado para comentar.